Naufrágio na costa da Líbia deixa dez mortos e dezenas de desaparecidos

Garabulli, Líbia, 10 Jun 2017 (AFP) - Pelo menos dez migrantes morreram e dezenas desapareceram na costa da Líbia, no Mediterrâneo, quando tentavam chegar à Europa, informou neste sábado a Guarda Costeira líbia.

Paralelamente, a Guarda Costeira italiana anunciou que coordenou o resgate de 1.650 migrantes ao largo da costa líbia. Segundo ONGs que participaram da operação, duas pessoas foram encontradas mortas em um bote.

Os oito corpos encontrados pelos serviços líbios "faziam parte de um total de 120 ou 130 passageiros que estavam a bordo de uma lancha", disse à AFP o responsável da Guarda Costeira da cidade de Garaulli, a 60 km a leste de Trípoli, o coronel Fathi al Rayani.

Os corpos estavam presos nas partes de um bote neumático desinflado, avistada a mas de 9 km da costa de Garabulli, segundo um jornalista da AFP que acompanhou a guarda até o local do naufrágio.

De acordo com o funcionário líbio este tipo de lancha pode transportar até 120 pessoas, o que indica que uma centena de desaparecidos pode ter se afogado, ou, na melhor das hipóteses, ter chegado nadando à praia.

O porta-voz da marinha líbia, o general Ayub Kacem, informou à AFP neste sábado que "patrulhas da guarda costeira de Zawia (a 45 km a oeste de Trípoli) interceptaram na sexta-feira cinco lanchas neumáticas e dois barcos de madeira com 750 migrantes clandestinos a bordo".

bur-rb/iw/gm/pa/cc/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos