Detido em Miami ex-presidente panamenho envolvido no caso Odebrecht

Miami, 13 Jun 2017 (AFP) - O ex-presidente panamenho Ricardo Martinelli, investigado no Panamá por corrupção, foi detido nesta segunda-feira em sua residência em Miami, informou a imprensa local.

Martinelli foi detido no final da tarde em sua casa em Coral Gables, no sul de Miami, e está em uma prisão federal, informou o jornal Miami Herald, citando a polícia.

O ex-presidente será ouvido por um juiz na manhã desta terça-feira, segundo o jornal.

Ricardo e Luis Enrique Martinelli, ambos filhos do ex-presidente, são investigados no Panamá pelo recebimento de mais de 20 milhões de euros em subornos da Odebrecht quando seu pai era presidente.

De acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a Odebrecht pagou no Panamá mais de 59 milhões de dólares em propinas entre 2010 e 2014, quando Martinelli presidia o país.

Mas o governo panamenho pediu a extradição de Martinelli por outro caso, o que envolve o "grampo" de telefones e e-mails de cerca de 150 opositores durante seu governo.

Martinelli reside em Miami desde janeiro de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos