Parlamento húngaro aprova lei que reforça controle das ONGs

Budapeste, 13 Jun 2017 (AFP) - O Parlamento húngaro aprovou nesta terça-feira uma polêmica lei que reforça o controle do governo sobre as ONGs que recebem recursos do exterior, dirigida em particular contra as organizações apoiadas pelo investidor americano George Soros.

A lei apresentada pelo primeiro-ministro conservador Viktor Orban prevê que as ONGs que recebem anualmente mais de 24.000 euros (27.000 dólares) de recursos do exterior devem apresentar-se explicitamente como "organização que se beneficia de financiamento estrangeiro".

A medida é considerada discriminatória pelos críticos.

pmu-phs/cr.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos