Bob Dylan é acusado de plágio por partes do seu discurso para o Nobel

Nova York, 14 Jun 2017 (AFP) - Uma escritora acusou a lenda do rock Bob Dylan de ter usado o conteúdo do SparkNotes, um guia online gratuito cujo público-alvo são estudantes, em parte do seu discurso do prêmio Nobel.

Dylan, que surpreendeu ao ganhar o prêmio Nobel de Literatura, discursou após longa espera na semana passada - um requisito para receber os 923.000 dólares incluídos no prêmio da Academia sueca.

A autora Andrea Pitzer analisou o texto de Dylan a partir do site Slate e afirmou ter encontrado fortes semelhanças entre as observações do músico sobre a clássica obra de Herman Melville, "Moby-Dick", e as do SparkNotes.

Dylan citou, por exemplo, Melville dizendo que a baleia Moby é "a encarnação do mal". Porém, Pitzer chamou a atenção para o fato de que essa frase não está presente no livro, embora apareça em uma sinopse disponível no site SparkNotes.

Ao menos 20 referências que Dylan usa em seu texto sobre a obra "Moby Dick" são similares às do SparkNotes, afirma.

Pitzer alertou que Dylan tem sido, há muito tempo, descarado ao adaptar passagens musicais e líricas para as suas canções.

"Dylan permanece tão dependente da apropriação que traçar suas fontes se tornou uma indústria artesanal", escreveu.

O plágio é muito mais comum no mundo da música do que no da literatura, no qual acusações sobre isso causam um profundo abalo na reputação do envolvido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos