Pequena sereia de Copenhague vandalizada pela segunda vez em 15 dias

Estocolmo, 14 Jun 2017 (AFP) - A pequena Sereia de Copenhague, o monumento mais famoso da Dinamarca, foi pintada de branco e azul, 15 dias depois de ter sido pintada de vermelho.

No cais diante dela também picharam a frase "Libertem Abdulle", indicou a polícia dinamarquesa no Twitter.

"Estamos procurando uma moça magra, de cabelo claro, 1,7 metro. Nenhuma informação a mais". afirma o tuíte.

A imprensa local publicou fotos da estátua com a metade do corpo pintado de azul e branco. Os serviços municipais procederam à limpeza imediatamente, ante dezenas de turistas que gravavam a cena.

Há 15 dias, a Pequena Sereia foi pintada de vermelho, aparentemente por defensores da causa animal.

Uma foto publicada pelo jornal Politiken mostrava que diante da estátua, com a mesma tinta, foi escrita a frase: "Dinamarca, defenda as baleias das Ilhas Faroe".

Neste arquipélago autônomo dinamarquês no Atlântico Norte se pratica uma tradição violenta, o "grindadrap", que consiste em atrair as baleias até uma baía ou fiorde para matá-las com grandes facas.

A Pequena Sereia, estátua de bronze inaugurada em 1913 em uma rocha da baía da capital dinamarquesa, representa a personagem de um conto de Hans Christian Andersen.

Em seus 104 anos de existência, a Pequena Sereia sofreu vários atos de vandalismo.

Já teve a cabeça roubada em duas ocasiões, em 1964 e 1998, e um braço em1984.

Em outras ocasiões, foi jogada ao mar ou coberta, em 2004, com uma burca para protestar contra a entrada da Turquia na União Europeia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos