Eurozona concorda em desbloquear 8,5 bilhões de euros de ajuda à Grécia

Luxemburgo, 15 Jun 2017 (AFP) - Os ministros das Finanças da zona do euro concordaram nesta quinta-feira em desbloquear 8,5 bilhões de euros de ajuda à Grécia, uma medida adiada nos últimos meses devido a discordâncias sobre como reduzir a elevada dívida grega.

"Com prazer, anuncio que fechamos um acordo sobre todos os elementos", indicou o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, após uma reunião em Luxemburgo, da qual participou a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde.

A Grécia necessitava com urgência de novos fundos para enfrentar a devolução de 7 bilhões de euros a seus credores em julho, motivo pelo qual a decisão de hoje afesta uma nova crise no bloco.

Além disso, Lagarde anunciou que irá propor ao FMI, que desempenhou um papel importante nos dois planos de ajuda anteriores, somar-se ao programa atual de 86 bilhões de euros, como solicitavam os europeus, principalmente a Alemanha.

"Conseguimos fechar um acordo global que permitirá à Grécia virar a página de um período difícil", comemorou em entrevista coletiva o comissário europeu de Assuntos Financeiros, Pierre Moscovici.

Após anos de crise, a economia grega, cuja taxa de desemprego atingiu em fevereiro 23,2%, segundo o escritório europeu de estatísticas, poderia crescer em 2017 2,1%, segundo previsões de maio da Comissão Europeia, que reduziu em 0,6% sua projeção anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos