Forte aumento do número de islamitas radicalizados na Suécia

Estocolmo, 16 Jun 2017 (AFP) - O número de islamitas radicalizados na Suécia passou de 200 em 2010 a milhares na atualidade, anunciou nesta sexta-feira o diretor dos serviços de inteligência suecos (Säpo), Anders Thornberg, que classificou a situação atual como grave.

Thornberg assegurou, no entanto, que apenas alguns desses milhares de extremistas teriam a intenção e a capacidade de realizar um atentado terrorista.

Em 2010, um relatório da Säpo assinalava a presença de 200 islamitas radicalizados no país escandinavo.

Segundo Thornberg, o forte aumento do número de extremistas se deve, principalmente, à propaganda da organização Estado Islâmico (EI), que uniu diferentes grupos de extremistas islamitas.

Segundo estimativas oficiais, 300 suecos se alistaram nas fileiras do EI na Síria e no Iraque desde 2012.

Em 7 de abril passado, um uzbeque, que mostrou simpatia pelo EI, atropelou com um caminhão inúmeros pedestres em uma rua de Estocolmo, causando cinco mortes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos