Atentados suicidas deixam 16 mortos no nordeste da Nigéria

Maiduguri, Nigéria, 19 Jun 2017 (AFP) - Atentados suicidas coordenados deixaram 16 mortos no domingo em um campo de deslocados na periferia de Maiduguri, capital do estado de Borno (nordeste), afirmou nesta segunda-feira a Agência Nacional de Gestão de Emergências (NEMA).

O porta-voz da NEMA, Abdulkadir Ibrahim, afirmou que "duas mulheres ativaram cinturões de explosivos às 20H45 (16H45 de Brasília) na localidade de Kofa", que abriga um grande campo de deslocados pelo conflito com o grupo jihadista nigeriano Boko Haram.

Os ataques provocaram 16 mortes e deixaram dezenas de feridos.

Outras duas explosões aconteceram quase ao mesmo tempo no mesmo local, deixando como vítimas apenas as mulheres-bomba.

Dalori fica a 10 quilômetros da grande cidade de Maiduguri e abriga dezenas de milhares de pessoas que fugiram de suas casas em consequência do conflito violento entre o exército da Nigéria e Boko Haram.

Em janeiro de 2016, 85 pessoas morreram no mesmo campo, em um ataque executado pelos insurgentes.

O Boko Haram, que jurou lealdade ao grupo Estado Islâmico (EI) em 2015, e a repressão das autoridades provocaram mais de 20.000 mortos e 2,6 milhões de deslocados desde o início da insurreição em 2009.

bur-abu-phz/spb/ra.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos