Confrontos deixam 40 mortos na República Centro-Africana apesar de acordos de paz

Bangui, República Centro-Africana, 21 Jun 2017 (AFP) - Pelo menos 40 pessoas morreram na República Centro-Africana, nesta terça-feira (20), em confrontos armados em Bria, no centro do país - informaram fontes humanitárias e de segurança.

Os combates deixaram "40 mortos" na cidade de Bria nesta terça-feira, além de 43 feridos, segundo a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF).

Os confrontos entre grupos rivais aconteceram, apesar de, na véspera, 13 das 14 milícias (ou grupos rebeldes) que existem no país terem acertado um cessar-fogo imediato patrocinado pela ONG da comunidade católica de São Egídio.

Segundo diferentes fontes, as milícias pró-cristãs anti-Balaka e o FPRC, facção armada da ex-coalizão muçulmana Seleka, se enfrentam desde sábado passado.

Após a derrubada do ex-presidente François Bozizé por rebeldes Seleka em 2013, a República Centro-Africana se viu imersa em um conflito entre os ex-Seleka, que dizem defender a minoria muçulmana, e os anti-Balaka, grupos majoritariamente cristãos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos