Explosão em estação de trens de Bruxelas; suspeito morto, situação controlada

Bruxelas, 20 Jun 2017 (AFP) - Uma explosão, aparentemente criminosa, foi registrada nesta terça-feira na Estação Central de Bruxelas e o autor presumido, que teria gritado "Alá é grande", foi "abatido" antes de a situação ser considerada sob controle.

O incidente ocorreu por volta das 19h00 GMT (16h de Brasília). Segundo o centro de crise, a situação neste momento está sob controle.

De acordo com uma testemunha, um suspeito gritou "Allah Akbar" (Alá é grande) no momento da explosão.

"Eu estava do lado de fora. Desci. No mezanino, alguém gritava. Eu não dei atenção. Depois, ele gritou Allah Wakbar. E lá, fez explodir um carrinho", contou Nicolas Van Herrewegen, testemunha ocular, agente da companhia ferroviária belga SNCB.

"Houve um movimento de pânico da multidão na estação, as pessoas começaram a correr pelas vias", explicou Arnaud Reyman, porta-voz da Infrabel, concessionária do serviço de trens, segundo a agência de notícias Belga, que citou o Ministério Público da capital.

A estação foi evacuada em seguida e o tráfego ferroviário, interrompido.

De acordo com um repórter da emissora RTBF, os bombeiros foram ao local após receberem um telefonema reportando uma pequena explosão.

O incidente ocorreu um dia depois de um homem atropelar fiéis muçulmanos que saíam de uma mesquita de Londres, e de um homem, que supostamente jurou lealdade ao grupo extremista Estado Islâmico, atingir um furgão da polícia em Paris.

Em março de 2016, Bruxelas foi alvo de vários ataques contra o metrô e o aeroporto da cidade, que deixaram 32 mortos e centenas de feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos