Eleições legislativas no Afeganistão remarcadas para 2018

Cabul, 22 Jun 2017 (AFP) - A Comissão Eleitoral Independente (CEI) do Afeganistão anunciou nesta quinta-feira (22) a realização das eleições legislativas, marcadas para 2018, após cerca de três anos de atraso, faltando ainda obter o apoio do governo e das forças de segurança.

Esse processo eleitoral, no qual serão eleitos 249 deputados cujos mandatos anteriores acabaram no fim de 2015, deveria inicialmente ocorrer em outubro de 2016, antes de ser anulado por causa do conflito entre o governo e os talibãs, além de desacordos no governo.

"Após várias consultas e diálogos com os órgãos envolvidos, decidimos agendar a data de 7 de julho de 2018 para a realização das eleições legislativas", declarou o presidente da Comissão, Najibullah Ahmadzai, em coletiva de imprensa.

As eleições foram adiadas devido a insegurança e os combates incessantes que ocorrem desde a retirada da maioria das forças ocidentais da OTAN, no fim de 2014.

O governo, que controla menos de dois terços do território, enfrenta os ataques dos talibãs e do grupo Estado Islâmico, instalado principalmente no leste do território, e que avança ao norte.

Esses combates já provocaram o deslocamento de centenas de milhares de civis, entre eles 126.000 pessoas, apenas desde o início desse ano.

mam-ach/pg/eg/mb/bn/

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos