May e unionistas da Irlanda do Norte assinam acordo de governo

Londres, 26 Jun 2017 (AFP) - A primeira-ministra conservadora britânica, Theresa May, garantiu nesta segunda-feira a maioria absoluta na Câmara dos Comuns ao anunciar um acordo com o Partido Democrata Unionista (DUP) norte-irlandês, informou Downing Street.

"Um acordo foi assinado", afirmou à AFP um porta-voz de May, que contará com o apoio dos 10 deputados do partido liderado por Arlene Foster e assegura a sobrevivência de seu governo após o fiasco das eleições de 8 de junho, quando perdeu a maioria absoluta.

Com o apoio do DUP a May, a Irlanda do Norte receberá um bilhão de libras adicionais, anunciou Arlene Foster.

"Saudamos este apoio financeiro de um bilhão de libras nos próximos dois anos", anunciou Foster em Downing Street.

Com o anúncio, Foster conquista o poder de afundar ou manter viva May e seu governo, mas não consegue formar o governo em sua província, rejeitada pelo Sinn Fein católico por sua suposta relação com um escândalo de corrupção.

O dia 29 de junho é a data limite determinada pelo governo britânico para que o DUP e o Sinn Fein formem um governo de coalizão ou poderia suspender a administração norte-irlandesa e administrar a província diretamente a partir de Londres.

As negociações com o DUP criaram mal-estar em alguns setores conservadores porque o partido norte-irlandês é ultraconservador, contrário ao casamento entre pessoas do mesmo sexo e ao aborto, ao mesmo tempo que nega as mudanças climáticas.

Com o acordo, May tem a garantia de superar a moção de confiança que deve enfrentar esta semana, quando a Câmara dos Comuns votará sobre o discurso da rainha Elizabeth II, que divulgou o programa legislativo dos próximos dois anos.

Além disso, ela ganha um pouco mais de tranquilidade no início das negociações de divórcio com a União Europeia (UE), que começaram há poucos dias e devem durar dois anos.

Apesar do DUP ter apoiado o Brexit no referendo de 2016, o partido deseja que a fronteira com a Irlanda - a única terrestre entre o Reino Unido e a UE - permaneça aberta para não prejudicar a economia local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos