Seis suspeitos de integrar o EI detidos na Espanha, Grã-Bretanha e Alemanha

Madri, 28 Jun 2017 (AFP) - Seis suspeitos de integrar o grupo Estado Islâmico (EI) foram detidos nesta quarta-feira na Espanha, Grã-Bretanha e Alemanha em uma operação da polícia espanhola contra indivíduos que recrutavam jihadistas, informou o governo de Madri.

A operação, que segue em curso, permitiu a detenção de membros de um grupo instalado em Palma de Mallorca (Baleares), cujo líder era um "imã salafista" detido no Reino Unido, informa um comunicado do ministério do Interior espanhol.

O religioso de 44 anos, alvo de uma ordem de prisão europeia, foi detido em Birmingham (oeste do Reino Unido), segundo a polícia local.

A investigação começou em 2015 após a descoberta de um vídeo na internet sobre um jovem muçulmano que morava na Espanha e que explicava sua doutrinação até o momento em que viajava para a Síria.

De acordo com o ministério do Interior, "o pregador salafista, cujo discurso público era muito conhecido pela polícia e pelos serviços de inteligência europeus, se dedicava, em sua vertente mais privada, à captação de combatentes e arrecadação de fundos para a Síria".

Além da detenção em Birmingham, quatro pessoas foram detidas em Palma e uma na Alemanha.

A célula organizava "reuniões clandestinas semanais para determinar a vontade de jovens ligados a seu ideário e fazer com que viajassem a zona de conflito", completa o comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos