Ataque de drone no Iêmen mata dois supostos membros da Al-Qaeda

Áden, Iêmen, 2 Jul 2017 (AFP) - Dois homens que pertenceriam à rede Al-Qaeda morreram em um ataque de drone no sul do Iêmen - anunciou uma autoridade dos serviços de segurança desse país neste domingo (2).

Ibrahim al-Adani e um membro ligado a ele foram atingidos no sábado à noite por um míssil disparado por um drone, que seria de origem americana. A dupla circulava de moto na região de Wadhie, na província de Abyan, acrescentou a mesma fonte.

Segundo esse funcionário, Ibrahim al-Adani administrava as finanças do grupo na região. O outro era um membro de sua família que também fazia parte da Al-Qaeda.

Desde a posse do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em janeiro deste ano, os ataques americanos contra os extremistas se intensificaram no Iêmen.

O conflito no país opõe rebeldes huthis, que controlam amplas faixas do território, incluindo a capital, Sanaa, e forças pró-governo, instaladas no sul. Estas últimas contam com o apoio da coalizão militar liderada pela Arábia Saudita.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos