Colômbia: chefe das FARC sofreu 'acidente cerebral' mas evolução é 'satisfatória'

Bogotá, 2 Jul 2017 (AFP) - O chefe máximo das FARC, Rodrigo Londoño "Timochenko", sofreu um "ataque isquêmico transitório", mas sua evolução é "satisfatória" e ele está "consciente", informaram neste domingo os médicos da clínica onde está internado, no centro da Colômbia.

Londoño, de 58 anos, chegou de emergência na manhã deste domingo à Corporação Clínica Universidade Cooperativa da Colômbia, na cidade de Villavicencio (centro), onde recebeu "um diagnóstico de acidente cerebral isquêmico transitório", segundo a diretora do centro médico, Lydis Herrera.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos