Regime sírio anuncia trégua temporária no sul do país

Damasco, 3 Jul 2017 (AFP) - O Exército sírio anunciou nesta segunda-feira uma trégua unilateral de alguns dias no sul do país, coincidindo com as novas negociações com os rebeldes em Astana, capital do Cazaquistão.

Segundo um comunicado reproduzido pela agência oficial Sana, o Exército proclamou o cessar-fogo de 2 a 6 de julho nas províncias de Deraa, Quneitra e Sueida.

"A fim de apoiar o processo de paz e a reconciliação nacional, um cessar-fogo entrará em vigor no dia 2 de julho às 14H00 (8H00 de Brasília) e se estenderá até o dia 6 de julho às 00h00 (18H00 de Brasília)", segundo o texto.

A trégua não deve incluir o grupo extremista Estado Islâmico (EI).

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), os combates "praticamente pararam" nessas três províncias desde o domingo.

As negociações de Astana devem acontecer na terça e quarta-feira. O processo, paralelo ao patrocinado pela ONU, é apoiado pela Rússia e o Irã, aliados do regime de Bashar al-Assad, e pela Turquia, que apoia os rebeldes.

As províncias onde a trégua foi declarada fazem parte das zonas de "desescalada" na Síria definidas na rodada anterior de negociações de Astana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos