Abbas e Netanyahu falam por telefone após ataque em Jerusalém

Ramallah, Territórios palestinos, 14 Jul 2017 (AFP) - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente palestino, Mahmud Abas, conversaram por telefone nesta sexta-feira (14) pela manhã, tentando acalmar a situação após um ataque letal na Cidade Velha de Jerusalém - informou a agência de notícias palestina Wafa.

O presidente Abbas condenou o incidente e manifestou "sua rejeição a todo ato de violência, venha de onde vier, especialmente em lugares de culto", afirmou a Wafa, acrescentando que "o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fez um apelo à calma".

Nesta sexta, três homens abriram fogo na parte antiga de Jerusalém, ferindo três policiais. Dois dos agentes não resistiram e morreram logo depois. Depois do ataque, fugiram para a Esplanada das Mesquitas, onde foram alcançados e abatidos pelas forças de segurança.

he-dms/nbz/jvb/me/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos