Outros dois republicanos rejeitam reforma da saúde de Trump

Washington, 18 Jul 2017 (AFP) - Outros dois legisladores republicanos dos Estados Unidos anunciaram, nesta segunda-feira, sua oposição ao projeto de lei do Senado que substitui o Obamacare, praticamente enterrando o plano em sua versão atual, o que supõe um grande revés para o presidente Donald Trump.

"Meu colega @JerryMoran e eu não apoiaremos a MTP (moção para prosseguir) com esta versão do BCRA #HealthcareBill (reforma da saúde)", escreveu o senador conservador Mike Lee no Twitter.

Os republicanos controlam 52 das 100 cadeiras do Senado e os democratas estão unidos contra a polêmica legislação, enquanto os republicanos se mostram divididos.

O partido de Trump não se permitia mais deserções após os senadores Susan Collins e Rand Paul se declararem contra o projeto, na semana passada.

Com a oposição de Lee e Moran, o projeto que substitui o Obamacare não tem qualquer possibilidade de obter aprovação, a menos que o líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, decida fazer alterações significativas para atrair os céticos.

No final de semana, McConnell adiou a votação sobre o projeto de lei após o senador republicano John McCain se submeter a uma cirurgia na vista e ficar em recuperação em casa por uma semana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos