Seul exorta Pyongyang a aceitar oferta de diálogo com reunião nesta sexta-feira

Em Seul

  • Shin Jun-hee/AP Photo

    O vice-ministro de Defesa da Coreia do Sul, Suh Choo-suk, em entrevista coletiva na segunda-feira, quando propôs reunião com a Coreia do Norte para esta sexta

    O vice-ministro de Defesa da Coreia do Sul, Suh Choo-suk, em entrevista coletiva na segunda-feira, quando propôs reunião com a Coreia do Norte para esta sexta

A Coreia do Sul exortou nesta sexta-feira (21) a Coreia do Norte a aceitar sua oferta de diálogo para aliviar a tensão militar entre os dois vizinhos.

Seul propôs no início da semana manter conversações nesta sexta-feira, na localidade fronteiriça de Panmunjom, dias após a Coreia do Norte testar seu primeiro míssil balístico intercontinental.

"É urgente reduzir a tensão entre as duas Coreias (...) para se encontrar a paz e a estabilidade na península coreana", declarou o porta-voz do ministério da Defesa Moon Sang-Kyun.

"Voltamos a exortar o Norte a responder nossa proposta de diálogo."

Caso ocorra a conversação nesta sexta, será o primeiro diálogo oficial intercoreano desde dezembro de 2015.

Pyongyang também não respondeu à oferta da Cruz Vermelha sul-coreana para uma reunião em 1º de agosto para analisar a possibilidade de organizar encontros entre familiares separados pela Guerra da Coreia (1950-1953).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos