Acusado de abuso sexual, nº3 do Vaticano comparece à justiça na Austrália

Em Melbourne

  • Mark Dadswell/Reuters

    25.jul.2017 - O cardeal George Pell, tesoureiro do Vaticano, comparece a corte em Melbourne, na Austrália

    25.jul.2017 - O cardeal George Pell, tesoureiro do Vaticano, comparece a corte em Melbourne, na Austrália

O chefe de Finanças do Vaticano, cardeal George Pell, se apresentou nesta terça-feira (25) a um tribunal na Austrália, onde enfrenta acusações não divulgadas de abuso sexual.

O cardeal de 76 anos se apresentou a corte para uma primeira audiência, principalmente administrativa, depois que o papa Francisco deu uma licença para que pudesse se defender.

Pell foi arcebispo de Melbourne entre 1996 e 2001 e depois se tornou arcebispo de Sidney até 2014, quando foi para o Vaticano, convocado pelo papa Francisco para administrar as finanças da Igreja Católica.

A polícia australiana acusou Pell de delitos de abuso sexual, sem dar mais detalhes sobre as acusações, explicando a necessidade de preservar a integridade do processo judicial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos