EUA saúda Israel por retirar detectores de metal da Esplanada das Mesquitas

Washington, 26 Jul 2017 (AFP) - A Casa Branca saudou nesta terça-feira a decisão de Israel de retirar os detectores de metal instalados nos acessos à Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, cuja presença deflagrou uma onda de violência, e destacou que o estado hebreu está "reduzindo as tensões" na região.

"Israel eliminou os magnetômetros instalados recentemente e as câmeras, apesar da comprovada necessidade de se melhorar a segurança no Monte do Templo/Haram al-Sharif em razão do assassinato de dois oficiais da polícia no local em 14 de julho", declarou a porta-voz da Casa Branca Sarah Huckabee Sanders.

"Os Estados Unidos aplaudem os esforços de Israel para manter a segurança e reduzir as tensões na região".

Israel decidiu retirar os detectores após uma intensa mobilização diplomática internacional, diante do risco dos confrontos se estenderem a todos os territórios palestinos.

O governo israelense informou que adotará medidas mais discretas para garantir a segurança na Esplanada, que abriga a mesquita Al-Aqsa e o Domo da Rocha, um local sagrado tanto para o Islã como para judeus e cristãos.

Apesar da decisão israelense, as autoridades muçulmanas de Jerusalém pediram aos fiéis que continuem boicotando a Esplanada das Mesquitas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos