Onze civis mortos em ataque aéreo contra cidade rebelde síria

Beirute, 25 Jul 2017 (AFP) - Onze civis, entre eles três crianças, morreram em diversos bombardeios aéreos contra uma cidade rebelde síria perto de Damasco, informou nesta terça-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Nesta terça-feira, três civis morreram em seis ataques efetuados pela aviação do regime na cidade de Arbin, controlada pela oposição ao presidente sírio Bashar al Assad. Na noite de segunda-feira, outros oito civis foram mortos, revelou à AFP Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

Os bombardeios, que deixaram 30 feridos, foram efetuados por aviões russos e sírios, informou a fonte.

As explosões foram tão potentes que puderam ser ouvidas em várias localidades vizinhas, constatou o jornalista da AFP na região da Guta Oriental, onde fica Arbin.

A região da Guta Oriental conta com quatro "zonas de desescalada" decididas em maio passado nas negociações entre Turquia, que apoia os rebeldes, e Rússia e Irã, aliados do governo sírio.

No sábado passado, o Exército sírio anunciou que os combates cessavam em algumas áreas da região da Guta Oriental.

No entanto, os aviões do governo continuam bombardeando, informou o OSDH.

A Rússia anunciou na segunda-feira que destacou dois postos de controle e quatro de vigilância encarregados de fazer respeitar a trégua firmada com grupos rebeldes.

Até o momento, nenhuma organização rebelde confirmou a existência desse acordo.

Mais de 330.000 pessoas morreram na Síria desde o início da guerra civil, deflagrada pela repressão de manifestações opositoras em março de 2011.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos