Cuba nega que vá participar de mediação na Venezuela

Pinar del Río, Cuba, 26 Jul 2017 (AFP) - Cuba desmentiu nesta quarta-feira (26) que vá fazer parte de uma mediação internacional para solucionar a crise política na Venezuela e pediu que Estados Unidos e outros países não intervenham no país bolivariano.

"Cuba rejeita categoriamente tais insinuações e reclama o absoluto respeito à soberania e à autoderminação da República Bolivariana de Venezuela", afirmou o número dois do Partido Comunista de Cuba, José Ramón Machado.

Segundo ele, veículos da imprensa estrangeira cogitaram o suposto envolvimento de Cuba em uma eventual mediação internacional relacionada com a situação na Venezuela.

Falando em um ato comemorativo pelo Dia da Rebeldia Nacional, na presença do presidente Raúl Castro, Machado ainda denunciou "ações de ingerência desestabilizadoras contra o governo bolivariano".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos