Escândalo provoca renúncia da ministra da Defesa do Japão

Tóquio, 28 Jul 2017 (AFP) - A ministra japonesa da Defesa, Tomomi Inada, uma nacionalista ligada ao primeiro-ministro, Shinzo Abe, anunciou sua renúncia nesta sexta-feira, em meio a um escândalo sobre o manejo indevido de informação militar.

"Decidi renunciar ao cargo de ministra da Defesa", disse Inada à imprensa. "Apresentei minha renúncia ao primeiro-ministro e foi aceita".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos