Greve de 48 horas contra Maduro deixa sete mortos

Caracas, 28 Jul 2017 (AFP) - Dois jovens morreram nesta quinta-feira - em uma manifestação e em um saque - no segundo dia da greve geral convocada na Venezuela contra o presidente Nicolás Maduro e sua Constituinte, elevando a sete o número de óbitos em 48 horas, informou o Ministério Público.

Segundo o MP, Rafael Canache, de 29 anos, morreu durante um saque em Jabillote, no estado de Anzoátegui (nordeste), e José Pestano, 23, faleceu durante um protesto em Cabudare, Lara (noroeste).

Com mais estas duas mortes, chega a 112 o número de óbitos na onda de protestos contra Maduro, iniciada há quatro meses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos