Eurocâmara: Constituinte na Venezuela é golpe contra democracia

Bruxelas, 28 Jul 2017 (AFP) - A eleição no domingo de uma Assembleia Constituinte na Venezuela é "um novo golpe à democracia" por parte do governo de Nicolás Maduro, declarou o presidente da Eurocâmara, Antonio Tajani, que ameaçou altos funcionários venezuelanos com sanções.

"As eleições do próximo domingo (...) supõem um novo golpe contra a democracia por parte do regime Maduro", indicou Tajani, expressando sua solidariedade para com o parlamento venezuelano, dominado pela oposição.,

O presidente do Parlamento Europeu, o líder das instituições europeias mais crítico em relação ao governo venezuelano, reiterou ainda seu pedido a Caracas para que detenha a violência e liberte os presos políticos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos