China condena tiro de míssil norte-coreano e pede moderação

Pequim, 29 Jul 2017 (AFP) - A China condenou neste sábado o segundo disparo, em um mês, de um míssil balístico intercontinental norte-coreano, mas pediu moderação às partes envolvidas.

"A China condena as violações da Coreia do Norte das resoluções da ONU (...), mas espera que todas as partes envolvidas mostrem prudência e evitem agravar a tensão" na península coreana, declarou um porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos