Oposição venezuelana reforça convocação de protestos contra Constituinte

Caracas, 29 Jul 2017 (AFP) - A oposição venezuelana convocou a população, neste sábado (29), a intensificar os protestos contra a Assembleia Constituinte, a ser eleita no domingo, com bloqueios de ruas na província e com uma grande manifestação em Caracas.

"No interior do país, faremos um grande bloqueio nacional contra a ditadura a partir das quatro da manhã [5h, horário de Brasília]. E, em Caracas, por ser a capital, vamos todos juntos para uma mobilização para mostrar que não vão nos esmagar", afirmou o vice-presidente do Parlamento, Freddy Guevara, em um ato da coalizão Mesa da Unidade Democrática (MUD).

"Não pode haver enfrentamentos" contra aqueles que participarem da eleição dos constituintes que reformarão a Carta Magna.

"Amanhã [domingo] não pode haver enfrentamentos povo contra povo. Pedimos que nos ajudem. A luta é povo contra Estado. O adversário não são os outros venezuelanos", acrescentou.

Guevara pediu aos cidadãos que mostrem, com os protestos de domingo e dos próximos dias, que "não deixarão de lutar" até mudar o governo.

O deputado garantiu que, embora o governo ameace com até dez anos de prisão quem impedir o processo, os venezuelanos vão às ruas protestar.

"Não vão ter tranquilidade, enquanto o povo não tiver paz. Nos momentos mais difíceis e de maior repressão, é quando o ditador está prestes a sair a chutes do país", completou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos