Ataques de elefantes matam uma pessoa por dia na Índia

Em Nova Déli

  • AFP

     Elefante indiano no zoológico de Zirakpur Chattbira, em Chandigarh, na Índia

    Elefante indiano no zoológico de Zirakpur Chattbira, em Chandigarh, na Índia

Elefantes selvagens matam uma pessoa por dia na Índia, devido a cada vez mais constante invasão do seu habitat, informam as autoridades nesta terça-feira (1º).

Nesta luta entre predadores, a cada dia também morre um leopardo, à medida em que o homem ocupa seu habitat em um país onde várias zonas de matas foram urbanizadas.

Segundo o ministério indiano do Meio Ambiente, 1.144 pessoas morreram em ataques de animais selvagens na Índia entre abril de 2014 e maio de 2017, com média de uma vítima diária, e os elefantes provocaram 1.052 óbitos.

No mesmo período, 345 tigres e 84 elefantes morreram, a maioria por caça ilegal.

Siddhanta Das, diretor da área de matas do ministério, explicou que a causa das mortes é a intrusão de humanos nos territórios habitados pelos animais.

"Estamos lançando campanhas de conscientização para reduzir as vítimas",disse Das.

A maioria dos ataques a humanos ocorre nos chamados corredores de elefantes, rotas que durante séculos foram utilizadas por estes animais, e que hoje têm a presença de pessoas.

Na Índia vivem cerca de 30 mil elefantes e 2.226 tigres, e estes felinos mataram 92 pessoas entre abril de 2014 e maio de 2017, segundo as autoridades locais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos