Pesquisadores corrigem genes defeituosos em embriões humanos pela primeira vez (estudo)

Paris, 2 Ago 2017 (AFP) - Genes portadores de uma doença cardíaca hereditária foram modificados, com sucesso, em embriões humanos graças a uma técnica revolucionária de edição genética, relata um estudo publicado nesta quarta-feira na revista Nature.

Estes trabalhos, que ainda estão numa fase muito preliminar, abrem, potencialmente, o caminho para grandes avanços no tratamento de doenças genéticas. Mas levantam questões éticas, uma vez que esta técnica poderia, teoricamente, ser usada para produzir bebês geneticamente modificados para escolher a cor do cabelo ou para aumentar a sua força física.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos