Argentina recomenda que cidadãos evitem viajar para Venezuela

Buenos Aires, 4 Ago 2017 (AFP) - A chancelaria argentina recomendou nesta quinta-feira a seus cidadãos limitar suas viagens à Venezuela ao estritamente necessário por causa da severa crise política atravessada pelo país caribenho.

"Dada a situação na Venezuela, onde nos últimos dias foram registrados casos de insegurança e violência perpetrados pelas forças governamentais e confrontos com a população civil, sugere-se aos cidadãos argentinos limitar as viagens a esse país, a situações de estrita necessidade", informou a chancelaria argentina.

Buenos Aires também pediu aos cidadãos que tenham planejado viajar que se comuniquem com a Direção de Argentinos no Exterior, para contar com toda a informação necessária.

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, considerou na quinta-feira que a Venezuela tem que ser suspensa "definitivamente do bloco Mercosul" pelas denúncias de violações de direitos humanos.

A companhia aérea Aerolíneas Argentinas cancelou na quarta-feira seu voo semanal de Buenos Aires a Caracas, programado para 5 de agosto, devido a temores por falta de segurança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos