Concluída no Malawi realocação histórica de 520 elefantes

Blantyre, Malawi, 3 Ago 2017 (AFP) - Um total de 520 elefantes foi realocada para uma reserva no Malawi, em uma das maiores operações deste tipo já realizadas, anunciou nesta quinta-feira a organização responsável pelo projeto.

Os paquidermes foram levados de dois parques superpovoados do sul do Malawi até a reserva de Nkhotakota (centro), a cerca de 350 km de distância.

No Malawi, os elefantes foram quase dizimados pela caça ilegal.

Para esta delicada operação, um veterinário lançou dardos tranquilizantes a partir de um helicóptero para sedar os animais. Um guindaste os levantou então pelas patas, e eles foram transportados durante a noite em caminhões de 30 toneladas.

A ONG African Parks, que administra 90% dos parques do Malawi, qualificou esta operação de dois anos de duração de "histórica".

Durante o deslocamento, dois dos elefantes morreram.

"Tomamos medidas extraordinárias para garantir um futuro para os elefantes do Malawi", declarou Brighton Kumchedwa, do departamento de Parques Nacionais, que pertence ao Ministério de Recursos Naturais.

"É um momento importante para a conservação no Malawi, assim como para uma das espécies mais ameaçadas do planeta", afirmou.

Devido à caça furtiva, a população de elefantes em Nkhotakota caiu de 1.500 na década de 1970 para apenas uma centena em 2015.

Antes de trasladar os paquidermes a esta reserva, foram tomadas medidas para protegê-los, como a construção de uma cerca elétrica de grande altura.

"A realocação realizada é um momento-chave para o Malawi", considerou Peter Fearnhead, chefe-executivo da African Parks.

"Instalar mais de 500 elefantes e saber que eles vão evoluir em Nkhotakota é uma fonte de esperança", acrescentou.

A cada ano, 40.000 elefantes são caçados de forma ilegal para a exploração do marfim de suas presas.

fm-bgs/bed/pid/lp/sgf/db/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos