Ministro "comemora" impostos que Neymar pagaria na França

Paris, 3 Ago 2017 (AFP) - O ministro francês das Contas Públicas, Gérald Darmanin, expressou satisfação com os impostos que Neymar terá que pagar na França, caso a transferência do astro brasileiro ao PSG seja confirmada.

"Se efetivamente Neymar vier para um clube francês, então o ministro de Contas Públicas comemora pelos impostos que vai pagar na França", afirmou o ministro à rádio France Inter.

"É melhor que este jogador pague impostos na França ao invés de pagar em outro lugar", afirmou ao responder uma pergunta sobre a "indecência" do valor da transferência: 222 milhões de euros (260 milhões de dólares).

"Quando você é ministro, há o dever de defender os interesses do Estado e os interesses do Estado são de que as pessoas paguem impostos na França", completou Darmanin.

Neymar, que se despediu dos colegas de time do Barcelona na quarta-feira, deve chegar nas próximas horas a Paris. A apresentação à imprensa e aos torcedores do PSG está prevista para sexta-feira ou sábado, de acordo com uma fonte próximas às negociações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos