Panda dá à luz gêmeos na França, mas um dos bebês morre

Saint-Aignan-sur-Cher, França, 5 Ago 2017 (AFP) - Dois bebês pandas nasceram na sexta-feira à noite no zoológico de Beauval, em Saint-Aignan-sur-Cher, centro da França, mas um deles morreu pouco depois, constatou um jornalista da AFP.

Huan Huan ("Alegre"), a panda fêmea emprestada pela China ao jardim zoológico de Beauval, deu à luz o primeiro gêmeo às 22H18 (17H18 de Brasília) e o segundo às 22H32 (17H32 de Brasília).

Mas logo após o nascimento, o primeiro bebê, que pesava apenas 121 gramas, começou a ter dificuldade para respirar e morreu.

"Era muito fraco para sobreviver. Os especialistas chineses, que têm experiência nisso, viram isso imediatamente", disse o diretor do zoológico, Rodolphe Delord.

"Nossas equipes veterinárias fizeram tudo o que puderam para salvá-lo, mas era muito pequeno, muito fraco", acrescentou.

Delord disse que o segundo gêmeo, que pesa 142.4 gramas, está em "perfeitas condições de saúde".

O bebê foi colocado em uma incubadora, de modo que os veterinários podem ajudar a mãe de primeira viagem Huan Huan, disseram funcionários do zoológico.

Só 19 parques zoológicos no mundo abrigam ursos pandas fora da China.

Huan Huan, de quase nove anos, e seu companheiro Yuan Zi chegaram em janeiro de 2012 a Beauval, por empréstimo da China por dez anos, depois de negociações entre Paris e Pequim. Eles são os únicos pandas gigantes presentes na França.

O bebê sobrevivente deve partir para a China dentro de três anos, quando desmamar. A reprodução dos pandas é muito difícil. No ano passado, só nasceram três na Europa.

dro-mcl/glr/cls/bc/db/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos