União Europeia suspende por três meses venda de contraceptivo Essure

Paris, 4 Ago 2017 (AFP) - A União Europeia suspendeu durante três meses a comercialização dos implantes contraceptivos definitivos Essure, aos quais o Brasil já tinha aplicado uma medida similar de fevereiro a julho deste ano.

A suspensão chega depois de o organismo encarregado de renovar sua certificação solicitar elementos complementares antes de se pronunciar, informou a Agência Francesa de Medicamentos (ANSM).

"A ANSM foi informada de que esse dispositivo estava suspenso temporariamente da sua marcação CE pelo organismo irlandês NSAI, como parte do seu procedimento de renovação", disse a agência francesa em um comunicado.

Esse pequeno implante metálico em forma de mola, comercializado pelo laboratório alemão Bayer, é denunciado por muitas mulheres devido aos efeitos colaterais, às vezes graves, que aparecem após sua inserção nas trompas de Falópio.

O período de suspensão irá até 2 de novembro, indicou a ANSM.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a venda desses implantes em fevereiro, mas voltou a autorizá-la em 11 de julho, após receber a "documentação e os resultados dos testes que haviam sido exigidos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos