Polícia dos EUA prende dois acadêmicos por assassinato

Chicago, 5 Ago 2017 (AFP) - Um funcionário da universidade britânica de Oxford e um professor da Northwestern University de Chicago foram presos pela polícia americana pelo suposto assassinato de um jovem barbeiro de 26 anos, em um crime "selvagem".

Andrew Warren, de 56 anos, e Wyndham Lathem, de 42, foram presos pela polícia em Oakland (Califórnia), segundo o porta-voz da polícia de Chicago.

As autoridades haviam lançado uma operação de busca em todo o país.

Os dois são suspeitos de esfaquear Trenton Cornell-Duranleau na casa do barbeiro em Chicago, na semana passada, em um ataque tão violento que chegou a quebrar a arma do crime.

As autoridades indicaram na sexta-feira que Wyndham Lathem havia enviado uma mensagem de vídeo a seus familiares pedindo desculpas pelo assassinato.

Lathem, professor da Northwestern University, foi colocado em licença administrativa e sua entrada no campus está proibida, informou a universidade.

O site de Oxford informava que Warren é um assistente administrativo no campus de Somerville.

A polícia não revelou qual era a relação entre Warren, Lathem e a vítima.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos