Ataque a base militar na Venezuela deixa um morto e um ferido

Caracas, 6 Ago 2017 (AFP) - O ataque a uma base militar no norte da Venezuela deixou uma pessoa morta e outra gravemente ferida, neste domingo, informou o comandante do Exército, o general Jesús Suárez Chourio.

"Um deles (os atacantes) teve baixa e um ficou gravemente ferido", apontou o general em um vídeo gravado no destacamento onde ocorreu o incidente, na cidade de Valência, no norte do país.

O governo denunciou que um grupo de civis e um tenente desertor, vestindo uniformes militares, atacaram na madrugada um forte militar, mas foram neutralizados. Sete atacantes foram capturados.

"Um grupo de paramilitares que, aproveitando as condições do momento nos atacaram, mas foram imediatamente repelidos, foram derrotados e aqui estamos festejando o triunfo da pátria em paz", acrescentou Suárez, que participou da tentativa frustrada de golpe de 1992 juntamente com o presidente falecido Hugo Chávez, de quem foi chefe de segurança quando chegou ao poder.

"Aqui houve uma insurgência da pátria em 4 de fevereiro, há 25 anos e meio, mas hoje o que houve foi um ataque terrorista, paramilitar, mercenário, pago pela direita e por seus colaboradores, pago pelo império americano", acrescentou.

Os militares expressaram sua "lealdade absoluta" a Maduro e à revolução fundada por Chávez, morto em 2013.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos