Obama pede eleições 'pacíficas e confiáveis' no Quênia

Washington, 7 Ago 2017 (AFP) - O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama pediu nesta segunda-feira aos quenianos a colaborar para celebrar umas eleições "pacíficas e confiáveis", na véspera de uma votação crucial no país da África oriental, terra natal de seu pai.

"Insto os líderes de Quênia a rejeitar a violência e a respeitar a vontade o povo", escreveu Obama horas antes do início da eleição, em que o presidente Uhuru Kenyatta disputará mais um mandato com o líder opositor Raila Odinga, já três vezes candidato perdedor.

"Peço a todos os quenianos que se comprometam com eleições pacíficas e confiáveis, fomentando a confiança em sua nova Constituição e o futuro de seu país", acrescentou o ex-presidente democrata, que deixou o cargo em janeiro.

Quase 20 milhões de quenianos irão às urnas na terça-feira para eleger seu presidente e também governadores, deputados, senadores e funcionários locais.

Esta eleições acontecem dez anos depois da violência política e étnica de 2007-2008, que deixou mais de 1.000 mortos e mais de 600.000 deslocados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos