Proliferação de microalga tóxica nas turísticas Ilhas Canárias

Tenerife, Espanha, 7 Ago 2017 (AFP) - Uma microalga tóxica prolifera nas águas do arquipélago espanhol de Canárias, beneficiando-se das altas temperaturas, enquanto as autoridades recomendam aos turistas evitarem seu contato com a pele.

Várias praias, em particular em Tenerife, sofrem com uma concentração excepcional destas algas microscópicas, tingindo as águas de tons de marrom, do esverdeado ao avermelhado, segundo uma fotógrafa da AFP no local.

"Desde o final de junho, estamos assistindo a episódios de florescimentos maciços de microalgas, que em alguns casos chegaram à zona de banho das praias", confirmou na segunda-feira à AFP o diretor de Saúde Pública das Ilhas Canárias, José Juan Alemán.

"Esta microalga é uma cianobactéria, a Trichodesmium erythraeum. Sua proliferação é um fenômeno natural e temporário, que vai desaparecer", afirmou Alemán.

A Trichodesmium erythraeum "contém uma toxina que pode provocar irritação da pele, dermatite", acrescentou, recomendando "evitar o contato com a água ou a areia" no arquipélago, que no ano passado recebeu mais de 13 milhões de turistas estrangeiros.

pho-lbx/du/eg/db/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos