Presidente iraniano anuncia governo sem ministras e pouco reformista

Teerã, 8 Ago 2017 (AFP) - O presidente iraniano, Hassan Rouhani, apresentou nesta terça-feira (8) ao Parlamento 17 dos 18 membros de seu gabinete, que seguirá sem grandes mudanças em relação a seu mandato precedente - informou a imprensa local.

Segundo os jornais, assim como na gestão anterior, o novo Executivo não teria mulheres em pastas ministeriais. O ex-gabinete contava com três vice-presidentas.

Reeleito em maio, Rouhani é criticado há vários dias porque teria renunciado a nomear ministras e dado pouco espaço para os reformistas, os quais apoiaram sua campanha.

A lista apresentada ao Parlamento não inclui o nome de quem ocupará a pasta de Educação Superior.

O Parlamento começa a se pronunciar sobre o gabinete em uma semana. Segundo a lei, cada ministro deve obter a confiança do Parlamento de modo individual. A Casa é dirigida pelo conservador moderado Ali Larijani, que apoia o governo de Rouhani, mas nenhum dos grupos tem maioria.

O ministro das Relações Exteriores, Mohammad Javad Zarif, e o ministro do Petróleo, Bijan Namadar Zanganeh, conservam seus postos. No Ministério da Defesa, o general Hossein Dehghan cede seu lugar ao até agora vice-ministro, general Amir Hatami, que sai das fileiras do Exército - e não dos Guardiães da Revolução.

O ministro da Economia, Ali Tayyebnia, deixa o cargo e será substituído pelo atual vice-ministro Massud Karbassian.

O ex-presidente ultraconservador Mahmud Ahmadinejad (2005-2013) foi o único da República Islâmica a ter uma ministra em seu governo, durante seu segundo mandato. Marzieh Dastjerdi ocupou a pasta da Saúde entre 2009 e 2013.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos