TOPSHOTS Trump: decisão sobre estratégia do Afeganistão está 'muito próxima'

Washington, 10 Ago 2017 (AFP) - O presidente Donald Trump disse nesta quinta-feira que está "muito perto" de revelar sua tão aguardada decisão sobre o número de tropas dos EUA que planeja manter no Afeganistão.

A Casa Branca lançou uma revisão do plano dos EUA para o Afeganistão após 16 anos de guerra, e os relatórios sugerem que a equipe de segurança nacional da Trump está dividida sobre enviar mais tropas ou se retirar.

"Estamos chegando perto. Estamos chegando muito perto. É uma decisão muito grande para mim. Eu peguei uma bagunça, e nós vamos deixar muito menos bagunçado", disse Trump em seu clube de golfe em Nova Jersey.

Os generais de Trump chamaram o conflito afegão de um "impasse" e, mesmo depois de anos de ajuda intensiva dos EUA e de outras nações da Otan, as forças de segurança do Afeganistão ainda estão lutando para conter um talibã encorajado.

Em um movimento inicial para enfrentar a situação, Trump deu ao chefe do Pentágono, o general reformado Jim Mattis, amplos poderes para estabelecer o número de tropas. Mas vários meses depois, o nível permanece em cerca de 8.400 soldados dos EUA e aproximadamente 5.000 soldados da Otan.

Mattis quer aguardar até que a Casa Branca elabore uma estratégia coerente não apenas para o Afeganistão, mas a região mais ampla, notadamente o Paquistão, e como trata os grupos terroristas, antes de se comprometer com os ajustes.

Mas os relatórios sugeriram que outros conselheiros do Trump, incluindo seu influente chefe de estratégia, Steve Bannon, favorecem a redução das perdas americanas, retirando ou enviando militares privados contratados para substituir as tropas.

Enquanto isso, a situação no Afeganistão continua letal, com mais de 2.500 policiais e soldados afegãos mortos de 1º de janeiro a 8 de maio.

Tropas dos EUA - que deveriam estar em um papel não combatente - ainda estão morrendo, com nove mortos em ação até agora neste ano, incluindo dois em Kandahar na semana passada.

bur-ia/dw/cc/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos