Venezuela acusa Trump de ameaçar estabilidade da América Latina

Caracas, 12 Ago 2017 (AFP) - O governo da Venezuela advertiu, neste sábado (12), que a "temerária ameaça" de uma opção militar feita pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, põe em risco a estabilidade de toda região da América Latina e Caribe.

"A temerária ameaça" de Trump "pretende arrastar a América Latina e o Caribe para um conflito que alteraria permanentemente a estabilidade, a paz e a segurança da nossa região", declarou Arreaza.

O texto rejeita "da maneira mais categórica e contundente as declarações inamistosas e hostis" de Trump.

"Temos muitas opções para a Venezuela, incluindo uma possível opção militar, se for necessário", disse Trump ontem, em seu clube de golfe em Nova Jersey, onde passa férias.

Em um pronunciamento transmitido pela televisão estatal VTV, o chanceler Arreaza fez um apelo "aos membros da comunidade internacional (...) para que expressem sua mais clara e inequívoca condenação a este perigoso atentado contra a paz e a estabilidade do continente".

O comunicado lido por Arreaza destacou que as palavras de Trump foram pronunciadas "apenas um dia depois" de o presidente venezuelano ter sugerido uma "conversa pessoal" com o americano - por telefone, ou mesmo no âmbito da Assembleia Geral da ONU, em setembro, em Nova York.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos