Exército dos EUA mata chefe do Estado Islâmico no Afeganistão

Cabul, 13 Ago 2017 (AFP) - Um dos líderes do grupo Estado Islâmico (EI) no Afeganistão e outros chefes locais foram mortos, na última quinta-feira, em um ataque do Exército americano - anunciou neste domingo (13) o comandante das forças dos Estados Unidos nesse país, general John Nicholson.

Morreu no ataque Abdul Rahman, chefe do EI-Khorasan, nome do grupo extremista no Afeganistão, na província de Kunar (nordeste), relatou Nicholson, acrescentando que outros três líderes do grupo foram abatidos na ação.

O ataque aconteceu no distrito de Darah-Ye Pach, na província de Kunar.

Em 11 de julho passado, a Força Aérea americana atacou o QG de EI-Khorasan nessa província, matando o chefe do grupo, Abu Sayed.

Segundo Nicholson, Abdul Rahman era o principal candidato para ocupar o lugar de Sayed.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos