Pence diz que não há tolerância" com supremacistas

Cartagena, Colômbia, 14 Ago 2017 (AFP) - O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, condenou no domingo os grupos de extrema direita que organizaram a manifestação na Virgínia que resultou em violência, com uma morte. Segundo Pence, "não há tolerância para o ódio e a violência".

"Não temos tolerância para o ódio e violência dos supremacistas brancos, neo-nazistas ou KKK", disse Pence em resposta a uma pergunta em uma coletiva de imprensa em Cartagena, na Colômbia.

"Esses perigosos grupos marginais não têm lugar na vida pública americana e no debate norte-americano, e nós os condenamos nos termos mais fortes possíveis", acrescentou.

Os comentários de Pence contrastam com os do presidente Donald Trump na sequência da violência de sábado em Charlottesville, Virgínia, na qual ele falhou em condenar explicitamente os supremacistas brancos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos