Procurador especial quer interrogar ex-chefe de gabinete de Trump

Washington, 13 Ago 2017 (AFP) - O procurador especial Robert Mueller quer interrogar o ex-chefe de gabinete da Casa Branca Reince Priebus, como parte de sua investigação sobre a denúncia de conluio entre a Rússia e a equipe de campanha do então candidato Donald Trump na disputa pela presidência dos Estados Unidos em 2016 - revela o jornal The New York Times em sua edição deste domingo (13).

Segundo o jornal, Mueller pretende falar com vários membros, ou ex-membros, da administração Trump sobre a abrupta demissão do agora ex-diretor do FBI James Comey. O objetivo é determinar se houve, por parte do presidente, a intenção de obstruir a Justiça.

No âmbito do caso russo, o FBI fez uma batida, em junho passado, em uma residência do ex-chefe de campanha do republicano Paul Manafort.

Os membros da equipe de Mueller também pediram à Casa Branca documentos sobre Michael Flynn, ex-conselheiro de Segurança Nacional afastado pouco depois de sua nomeação por contatos não declarados com funcionários do governo russo durante a campanha.

THE NEW YORK TIMES COMPANY

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos