Moscou exige que EUA devolvam edifícios diplomáticos

Moscou, 3 Set 2017 (AFP) - A Rússia exigiu, neste domingo, que os Estados Unidos revoguem sua decisão de fechar os edifícios diplomáticos, indicando que, do contrário, Washigton seria o único responsável pela deterioração das relações entre os dois países.

"Consideramos o que aconteceu um ato hostil e uma bruta violação do direito internacional", declarou o Ministério das Relações Exteriores russo em um comunicado.

"Pedimos às autoridades americanas que retifiquem e devolvam imediatamente as propriedades diplomáticas russas, caso contrário, os Estados Unidos vão carregar com inteira responsabilidade a deterioração contínua das relações" entre os dois países, afirma o documento.

Neste sábado, os russos tiveram que evacuar seu consulado em San Francisco e duas missões comerciais em Nova York e Washington, para permitir que os agentes federais americanos fizessem buscas para confirmar seu fechamento.

Segundo o Departamento do Estado, essas "inspeções", realizadas na presença de responsáveis russos, tinham como objetivo garantir que os diplomatas tivessem de fato deixado o local.

"Os serviços secretos americanos, com ajuda da polícia, ocupam agora dois edifícios", critica o ministério russo no comunicado.

No sábado, a diplomacia russa disse temer que essas buscas pudessem ser "utilizadas pelos serviços especiais americanos para criar um ato de provocação contra a Rússia, com objetivos comprometedores que seriam colocados" por esses mesmos serviços nos locais.

O fechamento é resposta à drástica redução de 755 diplomatas e funcionários, russos e americanos, na Rússia, ordenada no final de julho por Vladimir Putin em reação às novas sanções econômicas aprovadas por Washington.

"Nenhum diplomata russo foi expulso dos Estados Unidos em relação com esses fechamentos", indicou no sábado a diplomacia americana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos