Filho de ex-presidente hondurenho condenado por narcotráfico

Nova York, 5 Set 2017 (AFP) - Fabio Lobo, filho do ex-presidente de Honduras Porfirio Lobo, foi condenado nesta terça-feira, em Nova York, a 24 anos de prisão por tráfico de drogas, em uma dura sentença para servir de exemplo à elite política latino-americana.

"Você era filho do presidente de Honduras. Você usou suas conexões, utilizou o apoio do governo para uma organização de narcotráfico (...). Abusou de sua posição para cometer estes crimes", disse a juíza Lorna Schofield a Fabio Lobo, acusado de conspirar para trazer e distribuir cocaína nos Estados Unidos.

Fabio Lobo, 46 anos, foi detido no Haiti em maio de 2015 e levado para Nova York, onde permanece preso.

Além dos 24 anos de prisão, Fabio Lobo cumprirá cinco anos de liberdade condicional. A promotoria havia solicitado 30 anos de detenção.

"Errei como ser humano (...). Peço perdão por meu erro. Suplico a vocês uma pena mínima para poder voltar logo para minha casa e minhas filhas, de 5, 13 e 19 anos. Elas precisam de seu pai", declarou Fabio entre lágrimas no tribunal.

Falando diretamente à mulher de Fabio Lobo, presente no tribunal, a juíza lamentou "esta desgraça que lhe atinge, mas espero que entenda que o problema da droga neste país é um flagelo terrível para muita gente e seu marido deve pagar por este erro terrível".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos