Irma atinge St Barth e St Martin, e se encaminha para Porto Rico

Marigot, 6 Set 2017 (AFP) - O furacão Irma causou danos materiais "importantes" nas ilhas de Saint Barth e Saint Martin, no Caribe, onde o governo francês esperava um balanço "duro e cruel", e avançava rumo a Porto Rico, Haiti e Flórida.

"É cedo demais para dar um balanço preciso. Já posso dizer que esse balanço será duro e cruel, teremos que lamentar vítimas", declarou o presidente francês, Emmanuel Macron, após visitar a célula de crise montada no Ministério do Interior.

A ministra de Ultramar francesa, Annick Girardin, falou de um primeiro balanço de "dois mortos e dois feridos", antes de partir para Guadalupe, nesta quarta-feira à noite, com "reforços humanos e materiais" para as ilhas do norte, atingidas por este furacão de categoria 5, máxima na escala de intensidade.

Diante de "danos materiais consideráveis" nas duas ilhas, o presidente francês anunciou que colocará em prática "um plano de reconstrução (...) o mais cedo possível".

O olho do furacão, de 50 quilômetros de diâmetro, permaneceu cerca de uma hora e meia na ilha francesa de Saint Barth e, posteriormente, atingiu a ilha franco-holandesa de Saint Martin.

Nas redes sociais, as fotografias e os vídeos mostravam o alcance dos danos nas ilhas - onde houve cortes de energia e de comunicação -, com barcos destruídos em um porto, árvores caídas pelas rajadas de vento, telhados arrancados e carros submersos nas ruas.

O mar "invadiu com extrema violência" a margem, com "submersão importante das partes baixas do litoral", segundo a agência meteorológica francesa Météo-France.

- Roubos -Um jornalista da Radio Caraïbes International, presente em Saint Martin, informou a sua redação por telefone conectado a satélite que havia "carros virados, barcos que saíram do mar e estavam no meio das ruas, e telhados desmoronados", e explicou que alguns jovens estavam "roubando o centro da cidade".

Segundo a Météo-France, o furacão "se dirige agora para as Ilhas Virgens britânicas", que serão alcançadas na noite desta quarta-feira.

Em Saint Barth e Saint Martin foi decretado o nível de vigilância cinza, que já não impõe o confinamento da população, mas desaconselha os deslocamentos.

As escolas e edifícios administrativos foram fechados e a população costeira, parcialmente evacuada. Ainda assim, a ministra Annick Girardin destacou que cerca de 7.000 moradores de zonas de risco se negaram a "se refugiar".

Na parte holandesa de Saint Martin, os danos eram "enormes" embora "ainda não fosse possível ter uma ideia" da amplitude, segundo o ministro do Interior holandês, Ronald Plasterk.

- Flórida em estado de emergência -O furacão havia chegado anteriormente a Barbuda, onde era impossível se comunicar desde então, embora seu primeiro-ministro, Gaston Browne, tenha declarado à BBC que essa ilha "enfrentava da melhor maneira possível" este fenômeno "graças ao nível de preparação".

Irma é mais potente do que os furacões Luis (1995, Saint Martin), Hugo (1989, 15 mortos em Guadalupe) e Harvey, que recentemente atingiu Texas e Louisiana provocando a morte de 42 pessoas e mais de 100 bilhões de dólares em danos materiais.

Após as Ilhas Virgens britânicas, Irma "passará ao norte de Porto Rico", já atingido por intensas chuvas. Alguns moradores foram evacuados e mais de 700 abrigos montados, enquanto havia cortes de eletricidade em algumas zonas.

"Estamos acostumados, morando aqui, a uma temporada de furacões de seis meses", explicou Catia Roman, em Porto Rico. "Mas é a primeira vez que vivemos um furacão desta categoria".

Irma deveria "evitar Haiti e República Dominicana e depois Cuba, ficando ao norte destas terras", segundo a Météo-France. Entretanto, em várias províncias cubanas foi declarado estado de alerta.

No domingo, o furacão poderia se aproximar da Flórida, já em estado de emergência. Donald Trump, proprietário de uma casa em Saint Martin, assegurou no Twitter que estava acompanhando atentamente o avanço do ciclone.

O multimilionário britânico Richard Branson afirmou que não pensava abandonar a sua ilha particular de Necker Island, nas Ilhas Virgens britânicas, e que se refugiaria em sua adega de paredes de concreto.

burs-oh/cz/ia/lv/mw/sg/pa/jvb/cb/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos