José, o novo furacão no Caribe, é 'incomparável' com Irma, diz órgão francês

Em Paris

  • Nasa via AP

    Ao centro, furacão Irma sobre o mar caribenho. À direita, furacão José

    Ao centro, furacão Irma sobre o mar caribenho. À direita, furacão José

O furacão José se aproxima das Antilhas, "mas é incomparável com o Irma" e certamente vai ficar longe da terra, levando, contudo, fortes chuvas às já atingidas ilhas de Saint Martin e Saint Barts - informou o serviço de meteorologia francês, Météo France, nesta quinta-feira (7).

Cerca de 1.400 quilômetros a leste do arco antilhano, José se encontra, atualmente, na categoria um. A escala que mede furacões vai até cinco.

"Vai-se aproximar entre hoje e sábado e vai passar a poucas centenas de quilômetros a norte/noroeste de St. Martin e de St. Barts", provavelmente com categoria dois no sábado, indicou o meteorologista Etienne Kapikian.

"A natureza do fenômeno é a mesma que a do Irma, mas mais fraca", explicou, acrescentando que, por ora, não se prevê que o olho do furacão passe por terra.

O entorno do José pode desencadear, porém, "chuvas tempestuosas e fortes ondulações" - sobretudo, nas ilhas já devastadas pelo Irma.

"Não são as condições ideais para operações de resgate, mas é incomparável com o Irma", disse Kapikian.

Terceiro furacão

Há ainda um outro furacão na região, o Katia, no Golfo do México.

Ainda na categoria um, ele "vai tocar a terra no México, no norte do estado de Veracruz, entre hoje e sexta-feira. Pode levar fortes chuvas à costa mexicana, que também poderiam chegar no sábado à Cidade do México", segundo o Météo France.

"Teremos três ciclones simultaneamente no Atlântico, algo que não acontecia há sete anos", completou Kapikian.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos