Papa alerta multidão contra 'sede do ódio' durante missa em Bogotá

Bogotá, 7 Set 2017 (AFP) - Na primeira e multitudinária missa de sua viagem à Colômbia, o papa Francisco pediu nesta quinta-feira que se dissipem as "trevas da sede de vingança" em um país que busca a reconciliação após meio século de um sangrento conflito armado.

"Também aqui, como em outras partes, há trevas densas que ameaçam e destroem a vida (...): as trevas da sede de vingança e do ódio que mancha com sangue humano as mãos de quem faz Justiça por conta própria", disse o papa diante de centenas de milhares de fiéis no Parque Simón Bolívar de Bogotá.

O papa, de 80 anos, chegou a bordo de um papamóvel semi-coberto a este grande parque do oeste da capital colombiana, em meio a gritos e lágrimas dos fiéis que o aguardavam desde o amanhecer.

Antes de iniciar a missa, parou para saudar e acariciar vários fiéis, entre eles um grupo de crianças portadoras de deficiências.

Vestindo um impermeável branco para se proteger do frio e da umidade, Francisco também advertiu contra "as trevas da injustiça e da iniquidade social" e de "quem se torna insensível diante da dor de tantas vítimas".

O pontífice argentino chegou na quarta-feira para sua primeira visita à Colômbia, aonde leva seu apoio à paz após o acordo assinado com a guerrilha comunista das Farc e os diálogos com o ELN, o último grupo rebelde ativo no país.

Os organizadores esperavam a assistência de pelo menos 650.000 pessoas neste grande parque de Bogotá, uma cidade de oito milhões de habitantes, para presenciar o ato central do primeiro dia da visita papal.

Com 48 milhões de habitantes, a Colômbia é o sétimo país com mais católicos no mundo.

kv-jm/cd/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos